Vendas Online: Dicas de como fazer e quais sites usar!

vendas online

As vendas online, que já estavam a todo vapor, com a pandemia se intensificou. Tudo porque as pessoas ficaram em casa e, em seguida, notaram que era possível pedir comida e buscar os produtos que mais gostavam por lá. Então, o mercado foi acionado, cresceu 27% e faturou mais de 161 bilhões de reais em 2021.

Você está pronto para entrar neste ramo, bem como, quer saber as principais dicas e os sites para criar sua marca? O Vou Baixar mostra isso e muito mais a partir de agora!

Principais dicas para vendas online

Antes de falarmos sobre os sites para hospedar sua marca, vamos dar dicas para não errar!

  • Diminua as etapas

Somos impacientes quando estamos comprando online, não é mesmo? Então, se quer ser gestor de um e-commerce, diminua essas etapas. Ao mesmo tempo, qualquer coisa que vá além de cinco ou seis passos e você verá muitos abandonos de carrinhos de compras.

Não há custos em termo de despesas, mas imagine o boca a boca negativo que terá entre seus leads? Enfim, a médio e longo prazo, isso pode acarretar numa demora para atingir lucros expressivos.

  • 2. Vendas adicionais e vendas cruzadas

Duas boas estratégias para seu e-commerce são as vendas adicionais e as cruzadas. Portanto, elas têm o intuito de aumentar as vendas online e os pedidos futuros. Por exemplo: se alguém busca por tênis em seu site e o endereço for configurado com estas opções, o cliente terá acesso a mais produtos.

Muitos deles que nem tinha notado. Isso fará com que a exposição seja maior e a satisfação garantida. Sinais perfeitos para a fidelização deste comprador.

  • 3. Programa de Fidelidade

Quem gosta de receber brindes e outras coisas grátis levantem a mão! \o/

Então, por que não fazer isso em seu e-commerce? Um programa de recompensas bem estruturado pode ser excelente. Aplique pontos e dê descontos na próxima compra, ofereça frete grátis ou envie um mimo quando os fidelizados fizerem aniversário.

Pode parecer pouco, mas fará a diferença no inconsciente do público!

Onde vender online?

Agora é hora de sabermos onde vender seu produto! Verifique cada um dos sites e estude qual se encaixa com a proposta da marca. Portanto, sem mais delongas, vamos a elas:

O Shopify é uma plataforma para quem quer criar um e-commerce. Além disso, é uma das mais fáceis e confiáveis. São mais de um milhão de lojistas no mundo todo. O valor do plano básico é US$ 29 mensais e o avançado US$ 299.

Frederico Ferreira Sevaybricker, proprietário do site Me Surpreendeu cita que o Shopify tem como pontos positivos “a intuitividade, a interface que dialoga com as redes sociais e uma aba de customização. O ponto negativo é que há poucos layouts gratuitos para quem já é assinante. Para comprá-los fica muito caro”

Confira as vantagens que terá:

  • Site próprio;
  • Blog;
  • Certificados SSL;
  • Recuperação de carrinho de compras abandonado;
  • Canais para que possa vender nas redes sociais;
  • Dentre outros.
  • Amazon

Você tem ideia de que a Amazon vende cerca de 400 produtos a cada sessenta segundos? Ou seja, se você cadastrar sua marca como uma espécie de ‘terceirizada’, poderá atingir milhões de usuários.

A verificação de produtos falsificados é constante e, por isso, ela conquistou a confiança das pessoas. Em seguida, por ter uma entrega rápida e no prazo.

Para criar sua conta, além de fazer um cadastro, deve pagar uma taxa mensal de US$ 39,99, assim como uma porcentagem por cada item vendido. Acha que venderá mais de 40 produtos no mês? Seja um vendedor individual, pois ali não há exigência de pagamento mensal.

A taxa fixa de $ 0,99 por produto vendido mais um determinado percentual. Tudo depende da categoria do item.

A plataforma surgiu em 1999. E não podemos negar que o Mercado Livre tem uma força descomunal! Ali, o usuário encontra de tudo! Portanto, se deseja vender algo um tanto peculiar ou até materiais usados, este é o seu local.

As taxas aqui são da seguinte forma:

Grátis: são 60 dias de anúncio. Mas o produto terá pouquíssima visualização. Em contrapartida, não paga comissão por venda;

Clássico: com visualizações maiores, as taxas cobradas são de 11% para produtos que custam R$ 120 ou mais. Bem como, os de menor valor, terão taxa de 11% e R$ 5 por unidade vendida;

Premium: enfim, aqui temos taxa de 16% para produtos que custam R$ 120 ou mais. E abaixo disso temos uma taxa de 16%, além da cobrança de R$ 5 por unidade.

Esperamos ter ajudado com essa postagem. Caso tenha gostado, comente e compartilhe em suas redes sociais.

Confira mais sobre apps por aqui!

Sobre Eder Pessoa 23 Artigos
Sou Éder Pessôa, Redator Freelancer graduado em Jornalismo e em Radialista - Setor Locução. Responsável pelo site Cinema e Pipoca e pelo podcast Pipocast, crio conteúdo para a web desde 2007. Passei pela Rádio Central AM - Campinas, fiz locuções para comerciais e roteiros para vídeos no YouTube e para curtas metragens. Atualmente, além do VouBaixar, escrevo para outros Portais de Notícia, Revistas Online e blogs empresariais.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*